A Csanmek, empresa especializada em sistemas e soluções para o mercado de saúde, vai fornecer gratuitamente dez equipamentos de telemedicina a hospitais públicos da Grande São Paulo que atendem pacientes com a COVID-19. O primeiro município a receber a tecnologia será Itapevi, localizado a 35km da capital paulista, na próxima semana.

Leia também: Plataforma de games contribui para educação à distância de 600 mil alunos

telemedicina
Divulgação/Conselho Federal de Medicina
telemedicina

O console de consulta e atendimento remoto da Csanmek, utilizado a mais de um ano em dezenas de hospitais particulares no Brasil, possui um software de inteligência artificial que faz diagnóstico preliminar e identifica lesões típicas do novo coronavírus a partir da leitura e análise de imagens de tomografia. A ferramenta também possui integração com equipamentos de ultrassonografia e ressonância magnética.

A empresa espera com o gesto contribuir para a proteção da equipe médica que está na linha de frente no combate à COVID-19 e, em paralelo, melhorar o atendimento dos casos da doença por meio da tecnologia, além de levar experiência médica de qualidade para as instituições que ainda carecem de equipamentos mais modernos.

O disposito não é útil apenas para diagnósticos do novo vírus. Ele é apto para diversos diagnósicos como ultrassom, dermatoscópio, estetoscópio digital, radiologia e eletrocardiograma. O sistema funciona de maneira online e conecta hospitais, médicos, profissionais de saúde e faculdade de medicina. 

Leia também: Referência em medicina humanista lança série para falar de educação e saúde

A ferramenta permite ainda o envio em tempo real de prontuários e exames clínicos para análise de especialistas em qualquer região do País.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários