Independentemente da duração da pandemia de COVID-19 no Brasil, que promete ser mais alongada do que muitos antecipavam, é fato que a dinâmica do mercado de rabalho se transformou. A profunda recessão econômica que se estabelece e hábitos de consumo e comportamento social no pós-pandemia devem ratificar, em meio à alta do desemprego, o boom de algumas áreas e carreiras.

carreiras
shutterstock
Pandemia alterou dinâmica do mercado de trabalho no Brasil

É o painel fornecido por pesquisas aventadas por empresas de recrutamento e consultorias de carreiras e mercados. A demanda na área da saúde, claro, provocou reflexos na oferta de vagas. Segundo o site Glossdoor, abril teve mais de 12 mil vagas para médicos e outras 2 mil para enfermeiros.

Leia também: iG lança buscador de empréstimo pessoal para dar autonomia ao usuário

Levantamentos da Catho, Compre & Confie e Nielsen demonstram que profissões nas áreas de saúde, logística e tecnologia se valorizaram grandemente durante a pandemia. O isolamento social, que propiciou uma alta sem precedentes no e-commerce brasileiro, também agudiza ofertas para o varejo e atendimento ao cliente.

A transformação digital no varejo tende a se intensificar nos próximos meses e a capacitação de vendedores nesse escopo deve seguir essa toada.

Até pelo indeterminismo da pandemia, as pesquisas não capturam a perenidade dessa tendência, mas ela desponta estável e benéfica para aqueles que apostam em carreiras nessas áreas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários