O isolamento social imposto pela crise da Covid-19 tem provocado angústia, ansiedade e depressão em muitos brasileiros. Além da preocupação com a saúde e o bem-estar social, há toda uma questão ecônomica, de perda de renda que também influencia neste contexto. Há, ainda, efeitos específicos provocados pelo confinamento. 

psicologia
Shuttestock
Startup dá suporte emocional gratuitamente durante a quarentena

Uma startup de suporte emocional, de Pato Branco, no sudoeste do Paraná, resolveu oferecer os serviços, gratuitamente, durante a quarentena , e viu seus números de atendimentos subirem. Somente no período de 23 a 28 de março, o número de usuários chegou a 2,5 mil (alta de 2.717,8%), com 3,1 mil atendimentos (aumento de 1.645,2%).

Leia também: Referência em medicina humanista lança série para falar de educação e saúde

A Eyhe é uma plataforma na internet que faz a conexão entre pessoas que estão passando por desafios, e precisam de ajuda emocional, com outras que já superaram algo semelhante e estão dispostas a ajudar. Quem ajuda é chamado de “anjo” e quem precisa do suporte emocional é chamado de “herói”.

A startup já opera há dois anos e meio e acredita que, além de contribuir para a sanidade mental de muitos nesse período difícil, pode crescer no cenário pós-pandemia. O Eyhe funciona como um marketplace, em que os “anjos” recebem pelos atendimentos que realizam e o projeto retém uma porcentagem para a manutenção estrutural do negócio. Segundo a empresa, já crescem o número de inscrições para anjos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários