Maior desigualdade social causada pela pandemia estimula criação de Instituto
prnewswire.com
Maior desigualdade social causada pela pandemia estimula criação de Instituto

CURITIBA, Brasil , 3 de fevereiro de 2022 /PRNewswire/ -- A desigualdade social atingiu um nível recorde no Brasil durante a pandemia de Covid-19. O índice de Gini, usado para medir o grau de concentração de renda em uma localidade, apresentou sua pior marca histórica no país em 2021. O índice varia de zero a um e quanto mais próximo de um, maior é a concentração de renda. A última mensuração analisada pela pesquisa de Desigualdade de Impactos Trabalhistas na Pandemia, da Fundação Getúlio Vargas Social, mostra que o indicador saltou de 0,6003 em 2014 para 0,674 em 2021, uma variação de 0,0737 ponto a mais, refletindo a perda de renda no período, especialmente entre as pessoas mais pobres. Nas periferias brasileiras, 71% das famílias estão vivendo com menos da metade da renda que tinham antes da pandemia, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva , em parceria com a Data Favela, feita em fevereiro de 2021 com 2.087 participantes de 76 favelas de todo o país.

Diante deste cenário, o empresário e empreendedor curitibano, Haroldo Jacobovicz, decidiu intensificar as ações solidárias que já realiza desde a década de 1990, com doações recorrentes para diversas entidades beneficentes da região de Curitiba. O Instituto Haroldo Jacobovicz – IHJ é uma Associação de Direito Privado, sem fins lucrativos, que tem a missão de absorver e ampliar as práticas filantrópicas da família. Fundado em agosto de 2021, com sede em Curitiba, a partir deste mês de janeiro o IHJ atuará com orçamento e gestão próprios. Haroldo responde como diretor-presidente, sua esposa, Sarita Zlotnik Jacobovicz, como vice e as filhas, Karina e Valéria, como diretoras administrativa e jurídica, respectivamente. 

Com recursos advindos de doações do próprio empresário e suas empresas, a estimativa é dobrar o valor investido em 2022 em relação aos anos anteriores.  O valor é distribuído entre creches, escolas, lares para idosos, associações de proteção animal, instituições e campanhas de tratamento e prevenção do câncer, assistência a pessoas com deficiência e hospitais, além de projetos especiais com a assinatura IHJ. "Juntos vamos mais longe, como diz o slogan do Instituto, e com ele acredito que conseguiremos mobilizar mais pessoas para ajudar quem precisa", afirma o empresário.

Bem Comum

Considerada uma doença aguda da sociedade, a pandemia coloca em risco o bem comum ao tornar todas as pessoas do planeta vulneráveis a contrair e transmitir o vírus. A situação evidenciou que não basta estar bem individualmente porque, mesmo quem toma todos os cuidados, pode ser afetado por quem não o faz. Segundo Haroldo Jacobovicz, "a decisão de estruturar o instituto é uma forma de contribuir com o bem-estar coletivo neste momento crítico que estamos vivendo e para além dele".

Na pandemia, a prática de ações voluntárias cresceu, especialmente com foco em questões emergenciais, como a mobilização para doar alimentos, cestas básicas e produtos de higiene, como o álcool em gel, às populações mais vulneráveis. Relatório da plataforma Atados , que conecta pessoas interessadas em trabalho voluntário e vagas em organizações, registrou crescimento de 43% no número de inscritos para trabalho voluntário nos três primeiros meses da pandemia em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse fenômeno parece ter despertado a consciência de muitas pessoas não só pontualmente, mas no médio e longo prazo. Outra pesquisa da Atados, realizada entre setembro e dezembro de 2021, mostra que o número de brasileiros interessados em se tornar voluntários cresceu 31% no último ano.

Leia Também

As instituições apoiadas pelo IHJ funcionam basicamente graças ao trabalho de voluntários. São organizações não governamentais voltadas para diferentes causas, desde educação e saúde até proteção animal. No website do Instituto – www.institutoharoldojacobovicz – é possível saber mais informações sobre algumas delas: Amigo Animal Paraná, Centro de Educação Infantil Vicentino Santa Luísa, Lar Moisés, Centro de educação Infantil Dom Orione, Escola Tia Maria, FEPE: Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional, Hospital Erasto Gaetner, Lar Dona Vera, Sociedade Protetora dos Animais Curitiba, Fundação Pro Hansen e Associação Esportiva Talentos do Capão.

Mais informações
[email protected]

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1739509/1.jpg

FONTE Instituto Haroldo Jacobovicz

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários