Declaração do RDIF e do Instituto Gamaleya sobre a variante Ômicron do COVID
prnewswire.com
Declaração do RDIF e do Instituto Gamaleya sobre a variante Ômicron do COVID

MOSCOU, 29 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- As vacinas russas Sputnik V e Sputnik Light provaram ser altamente eficazes contra todas as variantes do SARS-CoV-2 conhecidas até o momento. Isso foi demonstrado por um artigo publicado na revista médica Vaccines e por dados internacionais do mundo real de numerosos países:

  • Um estudo recente na Hungria demonstrou que a vacina Sputnik V teve a maior efetividade (98%) na prevenção da mortalidade relacionada ao COVID e 85,7% de efetividade contra a infecção por coronavírus. Foram comparadas as cinco vacinas (Sputnik V, Moderna, Pfizer, AstraZeneca e Sinopharm) utilizadas no país entre janeiro e junho de 2021. Com base nesses dados, a parcela de óbitos por COVID na população não vacinada foi 130 vezes maior do que entre as vacinadas com a Sputnik V no mesmo período.
  • Em relação aos dados de San Marino , a Sputnik V é 80% efetiva contra a infecção por coronavírus do 6º ao 8º mês após a administração da segunda dose, o que é muito superior à efetividade publicada das vacinas mRNA, inferiores a 30% após 6 meses.

A eficácia da vacina Sputnik é baseada na abordagem de reforço heterogêneo, em que o Instituto Gamaleya foi pioneiro, usando dois vetores diferentes para as duas doses e uma plataforma vetorial comprovada, que desencadeia uma resposta imune mais ampla em comparação com as vacinas mRNA.

O Instituto Gamaleya acredita que tanto a Sputnik V quanto a Sputnik Light neutralizarão a nova variante Ômicron e já iniciaram os estudos necessários.

No entanto, o Instituto Gamaleya, baseado nos protocolos existentes de desenvolvimento imediato de versões vacinais para variantes de preocupação, já começou a desenvolver a nova versão da vacina Sputnik adaptada à Ômicron. Em um caso improvável de que tal modificação seja necessária, a nova versão Sputnik Ômicron pode estar pronta para produção em massa em 45 dias. Várias centenas de milhões de doses de reforço com Sputnik Ômicron poderão ser fornecidas aos mercados internacionais até 20 de fevereiro de 2022, com mais de 3 bilhões de doses disponíveis em 2022.

Kirill Dmitriev , CEO do Fundo de Investimento Direto Russo,  disse:

Leia Também

"O Instituto Gamaleya acredita que a Sputnik V e a Sputnik Light neutralizarão a Ômicron, pois têm maior eficácia contra outras mutações. No caso improvável de uma modificação ser necessária, forneceremos várias centenas de milhões de doses de reforço da Sputnik Ômicron até 20 de fevereiro de 2022".

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1698158/Russian_Direct_Invest_Fund_Logo.jpg

FONTE The Russian Direct Invest Fund (RDIF)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários