Setor de aviação apresenta compromisso de emissão líquida zero até 2050 para a COP26
prnewswire.com
Setor de aviação apresenta compromisso de emissão líquida zero até 2050 para a COP26

GLASGOW , Escócia, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Nova tecnologia de aeronaves e combustível para aviação a jato produzidos a partir de resíduos: o setor global de transporte aéreo definiu como cumprir sua nova meta climática de longo prazo durante os eventos do Dia do Transporte na COP26 da ONU em Glasgow . Isso confirma o compromisso das companhias aéreas, aeroportos, gerenciamento de tráfego aéreo e os fabricantes de aeronaves e motores com emissões líquidas zero de carbono até 2050, em apoio ao Acordo de Paris .  A aviação é um dos únicos setores que assumiu esse compromisso global.

A análise detalhada no Waypoint 2050  traça caminhos críveis para que o setor de transporte aéreo alcance o carbono zero líquido. O setor diz que existe uma combinação de novas tecnologias, incluindo a possibilidade de mudar para eletricidade e hidrogênio para alguns serviços mais curtos; melhorias nas operações e infraestrutura; e uma transição para combustível de aviação sustentável até meados do século proporcionaria a maioria das reduções de carbono. As emissões restantes podem ser capturadas usando medidas de remoção de carbono.

Ao discursar em um evento da COP26 com o governo do Reino Unido hoje, Haldane Dodd, diretor executivo interino do Air Transport Action Group, disse: "A aviação aumentou sua ambição alinhada com a necessidade de todos os setores da economia de buscar ações climáticas rigorosas. Apesar de ter sofrido a maior crise da história da aviação, este objetivo de zero emissões líquidas em 2050 mostra que nosso setor colocou a ação climática como uma de suas maiores prioridades."

Uma mudança completa dos combustíveis fósseis para o transporte aéreo por volta do meio do século seria possível com combustíveis de aviação sustentáveis feitos de recursos residuais e safras rotacionais gradualmente em transição para combustíveis gerados de eletricidade de baixa emissão de carbono. É importante ressaltar que a mudança para combustíveis sustentáveis permitirá oportunidades do setor de energia verde em quase todos os países, mantendo até 14 milhões de empregos em todo o mundo.

"Nossa análise mostra vários cenários, com novas opções de tecnologia, como aeronaves com motores elétricos e movidos a hidrogênio, para uma mudança completa para o combustível de aviação sustentável para operações de média e longa distância. Identificamos que os passos necessários e a escala do desafio é substancial, mas com uma política governamental de apoio e o respaldo do setor de energia, isso pode ser feito."

"As medidas políticas governamentais nacionais focadas na inovação e na transição energética são vitais. Também solicitamos que os estados-membros da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) apoiem a adoção de um objetivo climático de longo prazo na 41ª assembleia do ICAO em 2022, de acordo com os compromissos do setor."

Leia Também

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1682205/ATAG_Logo.jpg

FONTE Air Transport Action Group

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários