Armani beauty recebe uma conferência sobre beleza e metabolito
prnewswire.com
Armani beauty recebe uma conferência sobre beleza e metabolito

PARIS , 24 de junho de 2021 /PRNewswire/ -- No dia 24 de junho, a Armani Beauty recebeu a sua primeira conferência científica focada na PELE E METABOLITO O evento decorreu com a participação de cientistas conceituados que partilharam a sua investigação, salientando o potencial de aplicação de Indicadores Metabolómicos como uma avaliação rigorosa dos sinais do envelhecimento clínico.

Considerada «uma das 10 ciências emergentes que podem mudar o mundo», a metabolómica é o estudo em larga escala dos «metabolitos», os componentes essenciais mais pequenos das células, refletindo diretamente o seu estado e atividade. Completamente afetados por fatores extrínsecos, os perfis de metabolitos oferecem uma imagem do estado da pele e proporcionam a medição mais exata da interação da pele com o ambiente.

Tradicionalmente utilizada para estudar plantas ou diagnósticos médicos, a metabolómica é a ciência que oferece atualmente a maior precisão sobre o estado da pele e a sua interação com o ambiente. Considerada uma pioneira nos cuidados da pele de elevada precisão, a Armani Beauty decidiu investir nesta ciência emergente, aproveitando o seu potencial para abrir caminho para uma nova dimensão de antienvelhecimento.

Os laboratórios Armani Beauty estão entre os primeiros a aplicar a metabolómica para desbloquear o segredo da ressurreição da planta Myrothamnus flabellifolia, em colaboração com a Prof.ª Jill Farrant .  A Prof.ª Farrant afirma que as propriedades medicinais e terapêuticas da M. flabellifolia vêm, indiscutivelmente dos poderosos metabolitos secundários polifenólicos, compostos, designadamente, por óleos essenciais e antioxidantes.  Esses óleos e antioxidantes estão no centro do complexo REVISCENTALIS™,  permitindo aos cientistas da Armani Beauty utilizar as propriedades terapêuticas na gama de cuidados da pele CREMA NERA.

O impacto do ambiente na pele também é salientado pelo trabalho do Prof. Steven Thng, demonstrando «impacto visível do ambiente na pele».  Além disso, a colaboração com o Prof. Marc Chadeau, que explica como os «Dados ómicos podem ajudar a explicar os mecanismos moleculares envolvidos na resposta fisiológica ao expossoma», e com a Dr.ª Namita Misra , que revelou como «a pele atua como uma barreira protetora contra o contacto direto com poluentes», demonstrou que vários metabolitos da pele ficam desequilibrados em resposta à exposição à poluição atmosférica. A investigação em curso nesse quadro de cooperação visa interligar estas exposições, a sua resposta metabólica e os sinais de envelhecimento clínico da pele. Irá abrir novos caminhos para compreender melhor os mecanismos biológicos envolvidos no envelhecimento acelerado da pele desencadeado pela poluição. Esta ciência emergente para estabelecer uma nova dimensão no anti-envelhecimento está no âmago do novo sérum CREMA NERA REVISCENTALIS META CONCENTRATE, que desbloqueia o poder da ciência da pele com metabolitos. Inspirado na natureza e desenvolvido por esta nova ciência, o sérum será lançado a partir de julho.

[email protected]

Você viu?

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1550463/Armani_beauty_Logo.jpg


FONTE Armani beauty

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários