Se o coronavírus afetou a economia global como um todo, pelo menos um setor vai sair incrivelmente fortalecido dessa crise. Trata-se do e-commerce. O varejo digital cresceu 73,4% no primeiro semestre no Brasil em relação ao mesmo período do ano passado.

compras online
Unsplash
Varejo digital foi impulsionado pela quarentena

Os dados são de um relatório apresentado pela Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce . Foram realizadas 132,6 milhões de compras online e o varejo digital registrou um fauramento de R$ 53,4 bilhões. São números bastante expressivos.

“A necessidade em manter o isolamento social, especialmente a partir de março, influenciou esses resultados em patamares tão elevados. Empresas de todos os portes tiveram de se adaptar à nova realidade e consumidores perceberam no varejo digital uma alternativa eficaz para continuarem comprando com segurança e conveniência”, explica André Dias, CEO da Neotrust.

Ainda de acordo com o relatório sobre o status do varejo digital , 29,5 milhões de pessoas fizeram ao menos uma compra nesse período – crescimento significativo em relação aos 19,7 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários