A pandemia do novo coronavírus promoveu novos hábitos no mundo e um deles foi o uso em larga escala de máscaras em locais públicos e com alguma aglomeração. O uso do acessório, recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), foi adotado como obrigatório por muitos países e estados, como o de São Paulo que a partir desta quinta-feira (7) prevê até prisão para quem descumprir o decreto estadual.

máscara
Reprodução/XDA Developers
Máscara conceitual Xiaomi

De olho neste "novo normal", a Xiaomi informou que está desenvolvendo uma máscara inteligente que não só protege o usuário , como também permite que aparelhos com reconhecimeno facial entendam o rosto de destravem sem problemas. 

Apelidado de Project Aeri, o dispositivo está sendo desenvolvido pela Huami, a subsidiária da gigane chinesa com foco em acessórios para o corpo.  A máscara terá um filtro tipo N95 substituível. O filtro N95 é o padrão que mais oferece proteção contra agentes infecciosos.

Diferente das outras máscaras no mercado, o produto será feito de um material transparente e flexível, que se ajusta ao formato do rosto. Assim, mesmo que toda a área da boca e a ponta do nariz estejam protegidos, ainda é possível ver as expressões faciais do usuário.

Dispositivo inteligente

Quando não está em uso, a máscara ativa um dispositivo embutido que emite raios ultravioleta para se auto desinfetar. O produto também contará com um sensor que identifica o Índice de Qualidade do Ar, com dados em tempo real de qualidade do ar, umidade, frequência respiratória do usuário e expiração do filtro. Para essas funções, o acessório da Xiaomi poderá ser carregado por uma entrada tipo USB-C.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários