Pesquisa feita e divulgada recentemente pelo Cedar-Sinai Medical Center, nos Estados Unidos, demonstra que o uso regular do vibrador gera muitos benefícios à saúde da mulher. 

Vibrador também é saúde
Pexels
Vibrador também é saúde

O estudo liderado pela pesquisadora Alexandra Dubinskaya, confirma que usar vibrador durante a masturbação reduz o tempo que uma mulher leva para atingir o orgasmo e também ajuda a alcançar orgasmos múltiplos. No artigo publicado pela revista The Journal of Urology, a equipe concluiu que a prática comprovadamente traz benefícios médicos, como melhora na saúde do assoalho pélvico, redução da dor vulvar, entre outras melhorias para a saúde.

O estudo conclui, portanto, que o vibrador pode e deve ser considerado um dispositivo terapêutico e não apenas um brinquedo sexual. Ou seja, seu uso precisa ser abordado e encorajado em consultórios. 

Natali Gutierrez, sexóloga e nome à frente da sexshop Dona Coelha, comemora poder ler uma notícia como essa. "Desde que comecei a falar sobre o tema, sempre acreditei que eles são aliados importantes para a saúde física e mental das mulheres. Ver que um estudo comprova que o uso dos acessórios para masturbação e o prazer de uma vulva e Clitóris, é saudável, é realmente uma revolução”. 

Vibrador também é saúde!

O iG pode ganhar comissão sobre as vendas originadas a partir deste artigo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários