O nome, que pode até parecer de um transformer, entrega: o coberdrom é uma mistura de edredom com cobertor. E é muito bom! Essa nova tendência em cama já chegou há alguns anos no Brasil, mas durante a pandemia acabou ganhando popularidade. É muito fácil comprar um e há vários modelos de diferentes marcas disponíveis no e-commerce.

Coberdrom
Reprodução/Amazon
Coberdrom

O coberdrom é relativamente fino, em média ostenta gramatura de 360, e leve. Ainda assim apresenta eficácia invejável na retenção de calor. 

Nas noites mais frias recomenda-se que o corpo fique em contato com sua face mais quente, peluda. Neste quesito o modelo mais eficiente contra as baixas temperaturas é o sherpa, que simula a pele do carneiro.

Já a outra face, mais fina, pode ser encontrada em algodão ou algum tecido aveludado, como o fleece ou microfibra Flannel. Que, obviamente, é mais indicado para regiões com temperatura média anual mais baixa mesmo.

O coberdrom ainda pode servir como uma colcha decorativa. Trata-se de uma otimização de recursos e economia de espaço no guarda-roupas. É possível conferir alguns modelos em oferta aqui

*O iG pode ganhar comissão sobre as vendas originadas por este artigo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários