moda plus size
Pexels

Modelo plus size

Está cansado de procurar determinada roupa para o seu tamanho e não achar? A solução para essa angústia talvez esteja a um clique de distância. As opções para o público plus size são cada vez mais numerosas no e-commerce. Um bom exemplo é a loja virtual que tem departamentos exclusivos para masculino, feminino e prática de esportes.

A demanda cresceu de tal maneira nos meses de pandemia que já há oferta, inclusive, de cursos para montar e-commerce para esse público específico.

O mercado de moda plus size está cada vez mais diversificado. E não é só porque as peças estão cada vez mais sofisticadas ou casuais. É porque cada vez cada vez mais há espaço nesse nicho de mercado. Além das mulheres, temos também os homens, crianças, adolescentes, jovens e idosos.

Segundo a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), esse mercado registrou um movimento de R$ 7 bilhões no Brasil entre 2018 e 2019. A média de crescimento anual é de 10%. Menos de 3% dos shoppings têm roupas para pessoas gordas, que estão se acostumando a fazer compras rotineiras, para atender necessidade ou vaidade, pela internet. 

Leia Também

Já o relatório setorial da Associação Brasil Plus Size (ABPS) revela que os segmentos do vestuário para homens e mulheres acima do peso no Brasil avançaram 21% nos últimos três anos e devem manter o ritmo de crescimento na casa dos 10% neste e nos próximos exercícios. Movimentando aproximadamente R$ 5 bilhões por ano, esse mercado vem quebrando padrões e ganhando cada vez mais adeptos, lojas, modelos e profissionais.

É possível visitar a seção Plus Size da Amazon aqui .

Veja algumas ofertas

*O iG pode ganhar comissão sobre as vendas originadas a partir deste artigo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários