Não é nenhum segredo que o home office mudou a rotina e as demandas, de trabalho e descanso, de muita gente. Uma dessas mudanças diz respeito ao uso de notebooks. Muita gente acostumada a se conectar pela internet em casa apenas com o smartphone precisou adquirir um notebook com o estabelecimento do home office na maior parte das empresas do país na esteira da pandemia de Covid-19.

Veja como proteger sua segurança online durante o home office
Unsplash/Bench Accounting
Veja como proteger sua segurança online durante o home office

O notebook virou uma ferramenta valiosa para além do trabalho. Ele é usado para aulas, happy hour com amigos e colegas e até mesmo para a prática de exercícios físicos. 

Segundo dados da consultoria IDC Brasil, o país registrou a venda de 5 milhões de notebooks em 2020. Se comparado ao ano anterior, esse volume de vendas registrou um crescimento de 21,9%.

Na loja virtual da Amazon também houve crescimento na procura por laptops. É possível adquirir aparelhos com bastante recursos a partir de R$ 1.500 e a facilidade de parcelamento, em até 10 vezes sem juros, torna a compra ainda mais atraente.

undefined

Notebooks

Frete grátis e parcelamento em até 10 vezes sem juros

por

Diversos

A partir de R$ 1.500

* O iG pode ganhar comissão sobre as vendas originadas a partir deste artigo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários