Grande sucesso nos anos 50 e 60 e fonte de inspiração para "Black Mirror", hit da era do streaming, "The Twilight Zone" está de volta. A criação de Rod Sterling, que causou calafrios na TV entre os anos de 59 e 64, ganha nova roupagem pelas mãos de Jordan Peele , o homem por trás dos aclamados filmes "Corra!" (2017) e "Nós" (2019).

The Twilight Zone
Divulgação/CBS
Série The Twilight Zone

Além de produtor executivo, Peele é o narrador dos episódios da nova versão de "The Twilight Zone" . Nos EUA, a série foi exibida no CBS All Access, mas no Brasil está disponível no Amazon Prime Video , que tem acordo de distribuição global das produções originais da CBS. Outro exemplo é a também badalada "Star Trek: Picard", que marca o retorno de Patrick Stewart ao personagem que o consagrou.

Leia também: "Electric Dreams" imagina reação da humanidade em versões soturnas do futuro

A antologia é composta por dez episódios de uma hora cada e em todos eles os limites entre o real e o imaginário, o absurso e o nonsense, o desejo e o medo são explorados. Nem sempre com o melhor dos ritmos e a solução mais previsível, mas a capacidade de cativar é imutável. Para os fãs hardcore, pipocam referências à série original. 

Temas como racismo, tecnologia, fé, misticismo, vaidade e política são discutidos com imaginação, vigor e inteligência. Nem todos os episódios são marcantes, mas há um bom punhado realmente significativos.

Os que mais impressionaram o iG Mais foram "The Comedian", em que Kumail Nanjiani interpreta um comediante que aprende que rir de si mesmo e daqueles a sua volta pode ter um custo alto; "The Wunderkid", em que John Cho faz um estrategista de campanhas políticas que enxerga em uma criança (Jacob Tremblay) a chance de voltar aos holofotes; "Not All Men", em que Taissa Farmiga e Rhea Seehorn lutam pela sobrevivência depois que a queda de um meteoro desperta a violência latente em todos os homens; e "Point of Origin", em que a segregação social e racial ganha uma conotação alarmante.

A segunda temporada já está confirmada e para quem ainda não conhece "The Twilight Zone" , mas curte tramas de suspense que façam pensar, eis uma boa opção de entretenimento.

undefined

The Twilight Zone

A série está disponível no Amazon Prime Video

Mensalidade custa R$ 9,90


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários